amor

um aniversário de 5 anos em Londres

Para comemorar 5 anos imperfeitos, o David teve a ideia de viajarmos para a capital dos meus sonhos. Queria partilhar com vocês highlights dessa viagem incrível em vídeo e os detalhes virão nos próximos posts.

T.

Anúncios

O Diário Da Nossa Paixão – Nicholas Sparks

odiariodanossapaixaoNuma casa de repouso um idoso visita a sua mulher que não se recorda dele, da família, de ninguém. Mesmo assim ele não sai do seu lado, e lê-lhe poemas e a história de amor que viveram:

Noah retorna para a cidade onde crescera e restaura a sua casa após o falecimento de seu pai. Allie vê a casa num jornal e decide visitá-lo, 15 anos depois do romance que tiveram na adolescência. Reencontrá-lo despertaram sentimentos que nem ela se lembrava mais, passearam juntos, recordaram momentos, ele se tornou exactamente no homem que ela pensava ser, envolveram-se novamente mas Allie estava noiva de Lon. Na manhã seguinte aparece a sua mãe e confronta-a, ela tinha de tomar uma decisão: Lon ou Noah.

O livro é muito cliché, há coisas que simplesmente fiquei “why god?”. Por outro lado identifico-me com ele porque vivo o mesmo amor, o verdadeiro e intenso amor, que há confiança, companheirismo, amizade, paixão e que não morre com nada que nos atinja. Até nós já tivemos momentos de “filme”, o meu favorito foi de uma tarde de verão, deitados a ver nuvens, não falávamos nada, só víamos as nuvens e era um silêncio bom.

T.

Namoro Sem Discussão?

O meu relacionamento atingiu o pico da felicidade desde o ano passado, um ano sem discussão. Não há muito por onde arranjar problemas, ele estuda, eu estudo, vamos a casa um do outro, festas, amigos, etc. Dizer que está perfeito não é uma hipérbole, realmente está, por isso hoje vos darei umas dicas de como minimizar as situações negativas.

Ele saiu com os amigos. Se você não conhece os amigos (as) dele passa a conhecer. Não julgues logo porque tudo para ti é piranha, dá uma chance para todos e verás que acalmará a tua alma.

Conversar. Saber comunicar é muito importante, nunca deixem por dizer as coisas no momento ou seja não deixe aglomerar. Ouve a parte um do outro e tentem arranjar uma solução. Deste modo nunca acaba por ser uma discussão e sim um diálogo sobre o problema.

Controle os ciúmes.  Quando o David tem ciúmes ele não mostra e nem comenta porque não precisa. Eu mesma fico pouco à vontade com o caso, acabo por dizer na cara da pessoa que está a esticar-se. Contudo ele já é mais distraído quando são raparigas atrás dele, falo do que não gostei e que tome atenção. Assim nunca alguém se mete entre nós.

Evite o que pode ser pequeno. Imaginemos que ele não te responde ao sms, você fica chateada, dizes coisas que não queres e assim começam a discutir sem necessidade nenhuma. Se não falou contigo, quando puder vai explicar assim que puder. Há como evitar situações que são estúpidas e mínimas.

Muda. Se você não consegue fazer nenhuma destas formas básicas e essencial para uma relação, a tua está perdida. Porém, se querem mais uma chance pois há tudo para dar certo excepto as brigas, muda e serás a pessoa mais feliz do mundo!

T.

 

Amar e Ser Amada

As vezes penso nas relações amorosas que tive, não para comparar a pessoa mas para ver a diferença de como eu me sentia. Uma era paixoneta, outra idolatrava o rapaz que criei na minha cabeça e por fim encontrei amor.

Posso afirmar que amo de corpo e alma, em cada carícia, no silêncio, no olhar eu sei o que ele está sentindo. Nos comunicamos e conectamos sem precisar de qualquer palavra, apenas vivemos aquele momento. Até mesmo intimamente as coisas mudam quando há amor, tudo se intensifica e nos aproxima ainda mais.

Já sofri muito, de coisas que ninguém pensaria que eu passei. Porém amar e ser amada desta forma, com tanta confiança, acaba por compensar todo o mal. Raparigas de 19 anos podem ficar gratas por serem milionárias, eu fico grata por viver algo verdadeiro com alguém, isso elas nunca saberão o que é.

T.

Presente Para Outros (got a job!)

Neste momento trabalhar já não é questão de dinheiro, agora tem outro significado, aprendizagem e ter o que fazer enquanto não tenho aulas. Consegui ontem um trabalho em part-time de 5 horas, o que ainda me resta um bom tempo antes dos estudos, o que me permite tratar do blogue.

O trabalho tira tudo o que há de bom na tua vida, ele alimenta-se totalmente da tua atenção. Ai você esquece daquelas surpresas para o teu namorado, seja uma mensagem querida, visitá-lo, um miminho material. Até mesmo com a família e contigo própria. Desta forma, entendo as mães que não podem estar presentes, pois têm 2 trabalhos para sustentar os seus filhos. É uma das coisas que prometo a mim mesma nunca deixar acontecer, o trabalho me sufocar e esquecer dos outros.

Sabe muito bem estar de volta, até mesmo as pessoas a minha volta dizem que estou mais feliz e carinhosa, como não estaria se tenho todo o tempo do mundo? Se você é um “workaholic” faz uma pausa, nem que seja para almoçar com a sua família de vez em quando, ou até mesmo se és jovem estudante, sai do pc e não fica trancado no teu mundo, trust me.

T.

2 anos

Oi, oi gente!

No dia 1 de Setembro eu e o David fizemos 2 aninhos, yeah! Eu nem sei o que pensar, o que dizer, passou tão rápido. Ainda há pouco tempo os nossos “date” (expressão em inglês para sair e se conhecerem) era ficarmos deitados na relva a conversar ou ir para a ponte e agora namoramos há 2 anos, o nosso verão foi cá em Lisboa e ele já é finalista de curso, damn!

Foi sem dúvidas o ano em que tudo entrou nos eixos. Nada de ciúmes, discussões, criancices, ambos evoluímos muito mas penso que foi mais eu. Sou mais complicada mas cresci de várias formas por isso contribuiu para um ano mais calmo ❤

No nosso dia tão especial descansamos, eu sei que parece tão “ehnn” mas estávamos cansados da viagem e eu ainda fui trabalhar de manhã. A tarde íamos para um piquenique mas o menino David deixou-me dormir (ly, ly). Para compensar, tivemos um jantar gostoso e só para nós, comida brasileira que ele adora! Feijão tropeiro, frango assado, arroz, sobremesa carte d’or stracciatella e claro muitos muitos muitos miminhos.

Já contei toda a nossa história aqui e é por isso que hoje dou-vos o conselho de avançar, mesmo que seja a/o seu/sua melhor amigo/a, pode dar certo. Eu “batia o pé” que não queria namorar com ele e aqui estamos nós 2 anos depois 🙂

Obrigada Bu, T.

hyjDSCF0828

Pasta de Recordações

Comecei a guardar todas a coisas que eu queria me lembrar desde os meus 10 anos, mas não separava o marcante do desnecessário portanto até aos meus 14 tive 2 caixas enormes.

Entretanto chegou uma hora que eu só queria o importante e assim ficou uma pasta que pretendo encontrar o álbum perfeito para por tudo.

Quando estava na Escola Básica adorava desporto, participava em tudo que a escola organizava e aqui estão as medalhas que ganhei em 2011/2012, uma de bronze no 3º lugar do quadratlo e uma de ouro em 1º lugar no corta mato. Lembro que fiquei tão orgulhosa de ter ganho a dourada porque desde do quinto ano que tentava ficar em 1º e não conseguia mas alcancei essa meta no meu último ano, no 9º.

image

Em 2011 fui a Isla Mágica com a minha turma e não me diverti tanto como quando fui com o meu namorado e a sua família. O de 2013 foi inesquecível pois superei alguns medos mas adquiri outros.

image

Nos meus 15 anos recebi de presente um colar e guardei dentro as velas para me recordar do almoço com os amigos.

image

No ano passado fui a 1 edição de um festival, é sempre bom acampar com amigos e ainda melhor quando se faz 1 ano com a pessoa que ama.

image

Encomendava muitas vezes na Chicwish e em momentos especiais enviavam cartas bonitas com cartões elegantes que davam dó de jogar fora. Agora servem para guardar talões de saídas, cartões das minhas escolas e papéis que tirei da minha agenda.

image

image

image

image

Neste 2º envelope guardo tudo que tem a ver comigo e com o David, a nossa 1 vez em tudo, cinema, gelado, oceanário, praia da Comporta, piscinas de Montemor, Optimus Alive, Starbucks. A minha 1 vez no Sineiro e na Recepção ao Caloiro.

image

image

image

image

Isto é de doidos mas guardei todos os bilhetes de viagem que fiz para visitá-lo, desde o 1 até ao mais recente.

image

Guardei também o cartaz da Ilha dos Sons e alguns diplomas das minhas provas desportivas da escola.

image

Tenho algumas fotos no Brasil, da minha turma, do desfile de 7 de Setembro que sempre têm de fazer, o meu aniversário e eu a receber o diploma do 2º ano. Outras são em Évora quando nevou e com o meu Timóteo que morreu :(.

image

Também tenho fotos da minha turma cá em Portugal. Guardei-as porque marcam fases e mudanças físicas. Do 6º ao 7º fui Emo mas no 8º tive salvação e comecei a interessar-me por moda e maquilhagem.

image

Na passagem de ano novo para 2014, estava bastante alegre e só soube depois de um tempo o porque eu tinha uma gravata. Andei que nem uma doida com esse troço na cabeça cantando e gritando mas me divertir imenso.

O porta chaves recebi de um jogo da Superbock, tínhamos de jogar a bola dentro do copo e quem acertasse mais ganhava no fim uma cerveja. Eu não ganhei ahaha.

image

image

Happy Birthday To Me – 19th

Hoje venho contar-vos um pouquinho do meu dia de anos que passei só com o meu namorado porque infelizmente a minha mãe teve de trabalhar, apesar disso foi um dia incrível e a melhor prenda que poderia receber.

O meu dia começou logo as 5 da manhã para ir trabalhar, troquei o meu horário para buscar o David as 12h, mas o autocarro dele atrasou-se. A 13 ele chegou com um ramo de rosas lindas, as minhas preferidas, mais bonitas que as do ano passado.

É muito agradável após ralar no trabalho receber um miminho desses.

image

Arranjei-me rápido pois estávamos ambos famintos e fomos ao Vasco da Gama almoçar no McDonald’s, seguidamente fomos dar um passeio.

image

Depois da volta fomos ao oceanário! Tenho medo do mar, peixes, coisas marinhas e ter ido mudou todo esse receio.

Haviam uns sofás muito confortáveis em frente aos aquários, ficámos sentados um bom bocado a observar os peixes, ouvir o som do mar e simulações de sons das baleias, foi relaxante.

bfbfDSCF7778

bfbfDSCF7725

bfbfDSCF7781

bfbfDSCF7787

bfbfDSCF7794

bfbfDSCF7812

bfbfDSCF7860

bfbfDSCF7833

bfbfDSCF7871

bfbfDSCF7884

bfDSCF7658

bfDSCF7661

bfDSCF7672

bfDSCF7675

bfDSCF7679

bfDSCF7839

bfDSCF7854

bfDSCF7822

bfbfDSCF7760

bfDSCF7917

ps: virei um peixinho!

Fomos dar mais um voltinha pela expo, aproveitar a tarde linda que estava.

bfDSCF7922

Ainda tirei fotos do meu outfit com o casaco da sheinside para vocês verem como fica no corpo. Não estou habituada a tirar fotos em público por isso não estava a vontade, essa foi a única decente que tirei do meu look.

bfDSCF7973

bfDSCF7958

Finalmente fomos jantar e ai que foi uma surpresa, fomos ao Evereste Montanha! Ele sabia que adoraria experimentar comida indiana por isso realizou-o :).

O David tinha feito reserva mas não tínhamos lugar, tivemos que esperar muito tempo e depois fomos sentar. Serviram as entradas que foi Garlic Pan uma espécie de pão de alho, Papari parecida a bolacha de sal na textura só que bem fininha e tinha sementes, depois uns molhos.

bf10300985_461957387273708_3049378716610605913_n

Eles não nos deram o menu e ficámos outra vez muito tempo a espera até que pedimos e a senhora ficou chateada connosco. Outra vez um tempão a espera e fizemos o nosso pedido, frango com caril. Tínhamos de provar o “verdadeiro”.

bf10334309_461957377273709_2085066871577287353_n

O serviço do restaurante não é bom, connosco foi um castigo sermos atendidos. As pessoas na casa dos 30, logo quando entravam recebiam o cardápio e iam para a mesa, levavam as entradas depois perguntavam pelo que desejavam ou se faltava alguma coisa.

Com a gente foi sem cardápio, quase nunca vinham a nossa mesa por isso tínhamos de chamá-los e isso deixou uma senhora chateada porque não era assim que funcionava lá mas se nós não chamássemos eles não vinham a nós e eram mais 30 minutos de espera só para pedir um copo, a conta, a comida tudo. Apesar do mau serviço valeu a pena pois estava tudo óptimo. No final veio a conta com 2 copinhos de bebidas verdes, era uma delícia, sabia a fruta.

A prenda que recebi da minha mãe foi um Blackberry, eu já tive um mas deixei cair remédio para as aftas em cima e o que tinha agora também morreu por isso comprou o meu telemóvel favorito.

bfDSCF7983

Queria ter passado também com a minha família mas em troca tive um bom dia que o meu namorado ofereceu como prenda e sei que não foi barato, estou grata pelo o seu esforço em torná-lo memorável <3.

O rapaz do papel “ele é só um amigo”

Já fui a típica garota que gostava de rapaz modelo e cabrão. Durante a escola básica a partir do 7 ano até ao 9 ano, gostei de um menino que dava “pontapé na minha bunda” quando não precisava de mim e depois a “bobona” voltava sempre. Entretanto, no verão de 2011 adicionei um rapaz no Facebook, melhor amigo de um amigo. Falámos durante meses na Internet, ligava-lhe antes de ir dormir e conversavamos horas e horas até cair no sono. Quando começaram novamente as aulas, aproveitavamos que as nossas escolas eram vizinhas e encontrávamos nas horas de almoço mas era constrangedor, diferente do que éramos no chat.

6 meses antes do Verão 2012 começar, o meu melhor amigo declarou-se. Não aceitei a situação da melhor forma, fui muito má e rejeitei-o. O ambiente entre nós tinha mudado, mas foi da minha parte. Apesar de tanta dor que lhe causei, para continuar como o meu fiel amigo e fazer parte da minha vida, fingiu esquecer-me e tudo voltara ao normal.
O verão tinha chegado, as aulas terminado e como todos os anos ficava sozinha em casa porque morava numa quinta com poucas oportunidades de ir à cidade. Ele insistia para andarmos de bicicleta, sair um pouco de casa e todas essas tardes tínhamos conversas tão longas que nem víamos o tempo passar, as vezes nem conversavamos e apreciavamos a vista.

Devido a esses encontros, já não era constrangedor estarmos juntos, o clima entre nós desenrolava-se naturalmente, via-o como o meu melhor amigo. Ainda no mesmo verão, admitiu que me amava, me amava de verdade, esse tempo todo ele se segurou, aceitei melhor essa ideia. Mesmo assim dei-lhe para trás mas permitindo fazer parte da minha vida. Apesar de saber que não queria que fôssemos namorados, dando várias desculpas, ele estava convicto de que iríamos ficar juntos e lutou por mim o verão inteiro.

Não sei como apareceu este sentimento, mas apaixonei-me, ele dizia-me que não há nada melhor do que namorados sendo melhores amigos porque tínhamos construído confiança um no outro, conheciamo-nos, partilhavamos as nossas tristezas e tínhamos as mesmas ideias sobre traição. Eu pensei “porra eu gosto do cara, é o meu melhor amigo, mas se der errado e ele me deixar desanparada, quem eu irei confiar?”, pensamentos semelhantes a este me barraram de avançar.  Mas ele lutou tanto por mim, não parou após tanta coisa até que no dia 31 de agosto de 2012 demos os nosso 1 beijo numa das nossas tardes. Oh meu deus! Eu estava radiante, foi uma explosão de sentimentos tão diferente a fluirem dentro de mim, e foi um beijo tão simples, tão delicado e rápido mas teve um efeito enorme. No dia 1 de setembro iniciou a nossa relação, a partir dai foi sempre crescendo.

Quando chegou a infeliz da maldita escola, ele ia para a faculdade da UBI. Eu era tão insegura de tanta “chutada” que levei e tinha logo que começar o nosso namoro a distância? Sério?. Passámos o inverno inteiro a discutir por idiotices minhas, mas no verão estávamos mais calmos. Porém, quando voltou o frio novamente, eu ia morar na Covilhã, não foi totalmente por ele mas por outros problemas na altura. Ai meus caros leitores deu uma reviravolta enorme na nossa relação! No início ainda discutiamos mas comecei a participar na sua vida universitária, ir aos jantares e baladas, e simplesmente estavamos finalmente bem. Mesmo agora que estamos outra vez numa relação a distância.

De todas as estapas que passamos para chegar a estabilidade, o que tiro disso é que se não fosse ele lutar por mim e nem eu dar-lhe uma oportunidade não estaria numa relação sólida e feliz. Tenho amigas em situação em que o cara é babaca e elas voltam, o que sempre digo é para elas sairem dessa, dar uma oportunidade a aquele que está no papel de “bom amigo e só isso”. Não estou a dizer que vai ser um mar de rosas e ficarão felizes para sempre, mas se você  trabalha uma relação, tem probabilidades de lá chegar.

Beijinhos,  T.