Nos bastidores

Experimentei dos piores trabalhos que já tive, sem comer, sem hora de saída, sem companheirismo. E fiquei pensando como uma empresa é capaz de ser assim, eu sei que é para agradar os estrangeiros e dar-lhes uma boa impressão de Lisboa e do que eles oferecem mas isso é através, de certa forma, da “exploração” dos funcionários. Por acaso nunca refleti como é que as coisas aparecem feitas num hotel, num restaurante, claro que sei que são pessoas que o fazem mas estar nos “bastidores” de todo o cenário é muito diferente.

Por entender tão bem o lado que os clientes não vêm é que sempre que estou num estabelecimento tento não dar trabalho, eu sei que é a função deles tirar o café da mesa, o tabuleiro do Mc Donalds e até mesmo a peça de roupa que tiraste do lugar numa loja. Mas são coisas tão simples que cada um pode fazer esse “favor” para quem é funcionário. A gente leva com tanto stress, com tanta dor de cabeça e com diferentes tipos de pessoas todos os dias que uma ação dessas pode dar “esperança” que afinal não são todos maus e pouco higiénicos.

T.

Anúncios

2 thoughts on “Nos bastidores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s