Desencontros e Encantos

Inverno:
Vou de encontro com o meu passado
meu transtorno que me deixou mal
Os meus desencontros, os teus encantos
O Estranho:
Não te deixes atormentar pelos seus fantasmas
Aceite-os como a sombra que sempre te acompanhará
Siga em frente, agarre o futuro
E encontre quem te ensine amar outra vez.
Porque amar é também perdoar
É libertar-se dos arrependimentos.
Sol:
O tempo muda e nós também
Apenas observe a noite e assim poderás ver a esperança
A dançar entre as estrelas que só brilham na escuridão.

G.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s