Lisboa à noite

Pela primeira vez em 8 meses saí em Lisboa e me arrependi.

Fomos 1º para o Cais explorar os lugares, tem muitos mas muitos bares perto um do outro, até um Irish Pub havia, contudo a maioria é tudo muito caro, principalmente as discotecas. Seguidamente exploramos o caminho para o Bairro alto, onde um estrangeiro (parecia fisicamente inglês) subiu para cima da estátua da praça bêbado mas foi levado pela polícia, após uns minutos apareceram dois gajos a porrada com garrafas, um fugiu e mais 4 foram atrás. Depois deste episódio andamos por umas ruas e encontrámos um lugar onde vendia caipirinha XL e XXL, estava deliciosa!

Acabou a nossa 1ª noite ao frio da cidade dos lisboetas e pegamos o autocarro das 4:30, foi horrível. Super lotado, só faltava colar-se aos vidros das janela de tão apertado, cheirava a maconha, 97% eram africanos e africanas de estilo gangster que estavam a arranjar confusão, picavam outras pessoas, batiam nas portas, apertavam o botão para sair e ninguém saia, eram mal educados, chateavam o motorista, portavam-se como animais. Nas outras noites foram mais umas caipirinhas, bares diferentes e na volta para casa fomos cautelosos e pegamos o autocarro das 3:30, quase não há ninguém.

Uma coisa que notei foi que quase todos os bares por cá são pequeninos. Conheci um bar brasileiro que me conquistou, ambiente quente, música alegre, um sambinha, umas inglesas a tentarem sambar, ambiente muito bom mas era muito pequeno para ficar lá dentro por isso as ruas enchem-se de gente.

Fiquei impressionada pela violência a noite e pelo comportamento dos africanos gangster no autocarro, não me venham dizer que é racismo, eles eram violentos e só queriam confusão, pior ainda eram as raparigas africanas, por isso dou um conselho que me deram, nunca sentes no fundo do autocarro e assim sempre o fiz.

Apesar da violência dos negros da Damaia (digo isto porque a última paragem era lá e ainda estava lotado na penúltima que era a minha) há muitos policiais, carrinhas do mesmo a rondarem várias ruas, por isso em certas zonas até me sentia segura .

Estas foram as minhas observações de sair aqui na Capital, prefiro mil vezes a Covilhã e sangro por dentro por não morar lá.

T.

Anúncios

One thought on “Lisboa à noite

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s