Dr. Scholl Creme Calosidades

A minha mãe me enchia o saco com as calosidades que tenho no topo dos dedos dos pés devido ao uso das botas da Lemon Jelly que faz muita fricção. Nunca me incomodou mas ela insistiu que usasse Dr. Scholl e eu, como adoro conhecer produtinhos, aceitei.

A marca promete reduzir em 7 dias as calosidades e tem de aplicar duas vezes por dia. Eu não consegui cumprir essas condições por isso aplicava uma vez por dia e vi resultados em 2 semanas. Houve uma redução contudo uso há 6 meses e não desaparece, porventura a pele seja demasiado expessa para este produto.

Apesar de não sumirem penso que se forem calosidades noutras áreas mais finas poderá ser mais eficaz, entretanto quero experimentar o Express 2 em 1 que ouvi que faz mesmo desvanecer as pele espessa.

T.

I’m going blonde

Em 2015 tentei ficar loira contudo ele deixou-me laranja e tem até um vídeo antigo falando do ocorrido. Como o trauma não foi suficiente para desistir esperei até encontrar um cabeleireiro que soubesse, para além de fazer o loiro perfeito, também lidar com os meus cachos porque claramente os portugueses não conseguem e eu entendo.

Encontrei o meu anjo da guarda e marquei para a semana alterar completamente o meu visual. Entretanto queria deixar-vos as minhas inspirações para esta mudança.

T.

Bullet Journal Update

Num outro post mencionei que o Bullet Journal tem sido essencial para organizar-me e como era o primeiro, comprei um caderno simples e barato. Bem… mudei de ideias.

Pensei que a estética do meu material não iria influenciar-me mas a beleza também é importante, instiga-me mais interesse escrever num caderno com um design personalizado. Assim sendo comprei canetas fineliner da Staedtler e um caderno de capa dura imitando o moleskine. Que diferença!

Este Bullet Journal tem a mesma estrutura, começa pela capa, legendas, goals, ideias para o blog, receitas e acrescentei um year tracker. Em seguida começa o mês de Fevereiro, achei que estava muito cheio de desenhos por isso no mês seguinte adoptei o estilo minimalista com traços delicados e clean.

A cada mês desvendo uma nova maneira de fazer as coisas, o que me agrada ou não, o que está fazendo falta. Por isso, em Abril, adicionei mais alguns elementos como progresso, despesas, e uma parte diário. Eu sei o quanto as pessoas ficam relutantes relativamente ao diário mas é muito prazeroso descarregar numa papel o que aconteceu no dia, é uma forma de evitar a melancolia da madrugada.

T.

Não existe o momento certo

Imagine uma ponte.

Vamos designá-la de “vida equilibrada” e cada pilar que a sustenta são as minhas obrigações. Entretanto surge um imprevisto que se alimenta do tempo de um outro afazer ou perco o foco e quebra um pilar que desestrutura todas as outras. Se uma cai, é o suficiente para não saber entrar novamente na rotina que estava dando certo.

Numa daquelas crises existenciais da madrugada o assunto ficou a martelar-me na cabeça. Como poderia retornar ao ritmo em que me encontrava anteriormente? Quando seria o momento certo para dedicar-me? Qual é a prioridade? Se é prioridade ponho acima de tudo e quando for possível foco nas outras áreas? Passei meses num profundo solilóquio com esperanças de que o momento certo assomaria and it never came...

Eu esperava por algo que nunca chegaria porque não estava a tomar acção, era como se estivesse sentada a ver TV mudando de canal de vez em quando estagnada no mesmo lugar. Cada vez que prefiro deixar para amanhã pergunto-me, se não for agora, quando será? Nunca, esperar agir é equivalente a assistir a vida passar.

T.

Troquei o Ginásio Pela Rua

Este é o 11º mês após a minha perda de peso, nem parece que vai fazer um ano que estou firme e forte na vida saudável. Todavia tive que fazer algumas mudanças, troquei o ginásio pela rua e encontrei alguns desafios pelo decurso.

Treinar no ginásio é mara nos primeiros meses, foi uma novidade e adorei a experiência. No entanto, todos os dias eram as mesmas máquinas, corria olhando para uma parede, se estivesse lotado perdia muito tempo à espera de cada aparelho, muitas vezes não treinava porque não podia ir nas horas calmas. Encontrei-me numa situação que já nem aparecia no ginásio e exercitava no exterior. Por conseguinte, tomei a decisão de ter o sol, o vento, as ruas movimentadas, tudo o que não tinha lá dentro porém, não refleti em todos os pontos.

Nos dias quentes não é um suplício sair de casa mas no mês passado houve uma altura de muita chuva e frio que apanhou-me incauta. A motivação era nula com o mau tempo e não tinha equipamentos adequados ao clima e para além de descobrir o dark side da minha escolha, o meu corpo também sofreu. Correr era muito mais difícil na rua do que na esteira e no treino de força podia não sentir um ardor tão localizado como seria numa máquina de leg press, mas trabalho mais músculos.

Apesar disso estou mais feliz assim e com o decorrer do tempo irei adaptar-me. Actualmente tenho um Personal Trainer (again) e um plano de treino mensal que poderei mostrar-vos num outro post.

stay healthy and awesome, T.

Sony AS210 headphones

fones

A minha orelha é mini, qualquer auricular que usasse não encaixava direito e até caía mesmo se eu estivesse estática. Felizmente, não vivendo mais na ignorância, existem auriculares para desporto.

Por 14,99 resolvi a minha situação e os meus treinos tornaram-se mais confortáveis. Confesso que tive receio que fosse demasiado grande na parte de trás mas podes ajustar ao tamanho da orelha. Penso que ainda devo mencionar que o som não transmite para fora, ou seja, não irá incomodar as pessoas à tua volta. E claro, o mais importante é que posso correr à vontade com eles e, salvo erro, são resistentes à transpiração.

T.